De que precisam de saber – realmente – as crianças (e os pais)

Por vezes os pais preocupam-se muito nas competências que os seus filhos têm (ou não têm)… muitas vezes se ouve a pergunta “o que o meu filho precisa de saber nesta idade?” …

IMG_1637

O que uma criança deve saber:

  • que a amam, incondicionalmente e em todos os momentos.
  • que está segura e deve saber como manter-se a salvo em lugares públicos com outras pessoas e em diferentes situações.
  • os seus direitos e que a sua família sempre a apoiará.
  • rir, fazer caretas, brincar aos polícias e ladrões, aos bons e maus e utilizar a sua imaginação.
  • que nunca acontecerá nada se pintar o céu de laranja ou desenhar gatos com seis patas.
  • que o mundo é mágico e ela também.
  • que é fantástica, inteligente e criativa.
  • que passar o dia ao ar livre a fazer  colares de flores, bolos de areia e casinhas de contos de fadas é tão importante como praticar fonética. Na verdade, é muito mais importante.

 

O que os pais devem saber:

  • Que cada criança aprende a andar, falar, ler e fazer cálculos a seu próprio ritmo, e que isso não tem qualquer influência na forma como irá andar, falar, ler ou fazer cálculos posteriormente.
  • Que o factor de maior impacto no bom desempenho escolar e boas notas no futuro é que se leia às crianças desde pequenas. Sem tecnologias modernas, nem creches da moda, nem jogos e computadores, apenas necessita que a mãe ou o pai dediquem um tempo a cada dia ou a cada noite (ou ambos) para sentar-se e ler com ela bons livros.
  • Que ser a criança mais inteligente ou a mais estudiosa da turma nunca significou ser a mais feliz. Estamos tão obstinados em garantir aos nossos filhos todas as “oportunidades” que o que estamos a proporcionar  são vidas com múltiplas actividades e cheias de tensão como as nossas.
  • Uma das melhores coisas que podemos oferecer a nossos filhos é uma infância simples e despreocupada.
  • Que as nossas crianças merecem viver rodeadas de livros, natureza, materiais artísticos e a liberdade para explorá-los.
  • Que os nossos filhos necessitam mais de nós. Vivemos numa  época em que as revistas para pais recomendam que temos de dedicar apenas 10 minutos diários a cada filho e reservar um sábado por mês dedicado à família.
  • Necessitam de pais que se sentem para ouvir o relato do que fizeram durante o dia, de  pais que se sentem e que façam trabalhos manuais com eles.
  • Necessitam que passeiem com eles nas noites de primavera sem se importar que se ande a 150 metros por hora.
  • Têm direito a ajudar-nos a fazer o jantar mesmo que demoremos o dobro de tempo e tenhamos o dobro de trabalho.
  • Têm o direito de saber que para nós são uma prioridade e que nos encanta verdadeiramente estar com eles.

 

Então, o que precisa mesmo – de verdade – uma criança?

Muito menos do que pensamos e muito mais!

 

Traduzido e adaptado do original – What a 4-year-old should know de Alicia Bayer 

Para partilharShare on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page
Publicado em Adultos, Crianças, Destaques, Dicas, Educação, Pais e Filhos, Partilhas, Psicologia