A Depressão

Com este tema damos início à nossa rubrica – “Um Tema por Semana”.

Começamos por falar da Depressão por ser um dos problemas de saúde mental mais comuns.

A Depressão pode fazer com que uma pessoa se sinta triste, desesperada, inútil e sem valor, desmotivada e exausta. Pode afectar a auto-estima, o sono o apetite e o desejo sexual, podendo interferir com as actividades diárias e, por vezes, com a saúde física.

É frequente a utilização da expressão “estou deprimido” quando existe uma sensação de tristeza e insatisfação com a vida. No entanto, normalmente, estes são sentimentos reactivos e passageiros. É normal que uma pessoa se sinta triste e infeliz com a perda de alguém que ama, com uma separação ou com uma grande desilusão, por exemplo. Uma reacção de tristeza é considerada adequada à situação que está a ser vivida e tem uma duração limitada. Contudo, quando este estado se prolonga durante mais de duas semanas, se forem muito recorrentes ou se se tornarem incapacitantes nas tarefas diárias, existe a possibilidade de se estar a configurar um quadro de Depressão, no sentido clínico do termo.

"Desgastado" de Vincent Van Gogh (1882)

“Desgastado” de Vincent Van Gogh (1882)

Na sua forma mais “leve”, a depressão significa que uma pessoa se “sente em baixo” e, embora não desestruturando totalmente o seu quotidiano, torna tudo mais difícil, estando muitas vezes associados também os sentimentos de inutilidade e frustração.

Na forma mais grave, a depressão é mais incapacitante, chegando a ameaçar a integridade física e podendo surgir ideação suicida.

A depressão manifesta-se:

Nos sentimentos – tristeza, desespero, sensação de “vazio”; choro fácil e isolamento social

Nos pensamentos – dificuldade de concentração e de tomada de decisões, culpa, negativismo

Nos comportamentos – a pessoa evita o contacto social e deixa de efetuar as actividades que davam prazer

No corpo – alterações nos padrões do sono e do apetite (em excesso ou em escassez), sensação de “falta de energia”, maior consumo de substâncias (álcool, tabaco, etc).

A Depressão não é ‘fita’ nem falta de ‘força de vontade’. A Depressão não se resolve com ‘pensamento positivo’ nem basta a pessoa ‘reagir’.

É fundamental a procura de ajuda profissional – fale com um(a) Psicólogo(a).

Encontre(-se) aqui – @ Psicologia em Activ@Mente®
211547533 | psicologia@gmail.com | Localização

(texto adaptado de encontreumasaida.pt)

 

Para partilharShare on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page
Publicado em Activ@Mente, Adolescência, Adultos, Depressão, Destaques, Psicologia, Um Tema por Semana

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*